Naviraí/MS, segunda-feira 8 de agosto de 2022

Polícia põe 330 homens à caça de traficantes que atiraram em PM do Bope

Mais 80 policiais chegaram hoje e promessa é manter força-tarefa até os oito suspeitos serem presos

Da redação, em

Mais 80 policiais militares reforçam a Operação Presença, na região de fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Agora, com 330 policiais, são feitas ações na caçada pelos traficantes que reagiram à abordagem policial há uma semana e deram tiros de fuzil, atingindo o subtenente do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) Carlos Aragaki, de 45 anos.

Conforme relatado pelo oficial Fernando da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), em entrevista à Rádio Império PY, as equipes reforçam policiamento em Antônio João, Ponta Porã, Coronel Sapucaia, Amambai e Aral Moreira, em toda região de fronteira. A operação deve acabar somente quando todos os envolvidos forem presos.

Até o momento, apenas um homem se entregou à Polícia Federal, responsável pelas investigações, sendo ele Paulo Denis Bobadila Martinez. “PM e todas outas polícias não vão sair da região enquanto todos os outros não forem presos”, afirmou o militar.

Compartilhe
Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Print
Email

Fonte:

Campo Grande News

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

#Veja tambem