Naviraí/MS, segunda-feira 8 de agosto de 2022

Polícia Federal apreende 231 toneladas de produto usado para refino de cocaína

Empresa poderá responder administrativamente pelo transporte irregular do produto avaliado em R$ 3 milhões

Da redação, em

A PF (Polícia Federal) interceptou carga com 231 toneladas de insumo químico que pode ser usado no refino da cocaína. A apreensão ocorreu em uma empresa de transporte de cargas, em Corumbá, cidade a 419 quilômetros de Campo Grande, na última sexta-feira (18), mas só foi divulgada nesta segunda-feira (21).

De acordo com a nota enviada pela PF, a apreensão ocorreu após fiscalização de policiais federais que constataram a irregularidade no transporte e recebimento da carga, além das suspeitas sobre a empresa compradora do produto, localizada em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, que poderia desviar o material para o refino de cocaína.

As 231 toneladas de Acetato de Etila foram transportadas por cinco caminhões de uma empresa fornecedora localizada em São Paulo e entregues na empresa de transporte de cargas em Corumbá.

[caption id="attachment_4013" align="alignnone" width="500"] Policiais durante verificação da carga, na última sexta-feira (18). (Foto: Divulgação / PF)[/caption]

Segundo peritos criminais da PF, o Acetato de Etila está presente em mais de 87% das amostras de cocaína apreendidas no Brasil. O material apreendido pela PF está avaliado em aproximadamente R$ 3 milhões.

A Polícia Federal informou que não houve prisões, porém todos os autuados infringiram o disposto na Lei 10.357/2001, que estabelece normas de controle e fiscalização sobre produtos químicos que direta ou indiretamente possam ser destinados à elaboração ilícita de substâncias entorpecentes, psicotrópicas ou que determinem dependência física ou psíquica.

Compartilhe
Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Print
Email

Fonte:

Campo Grande News

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

#Veja tambem