Naviraí/MS, sábado 13 de agosto de 2022

Governo do Estado conclui ciclo de negociação com professores

As negociações com a classe iniciaram em fevereiro, com representantes da Fetems que tiveram todas as solicitações atendidas, especialmente a tabela de subsídios.

Da redação, em

O Governo do Estado concluiu o ciclo de negociações e garante melhorias na educação com a publicação, nesta quinta-feira (31), das tabelas de subsídios dos professores.

A medida segue a legislação beneficiando os integrantes da categoria funcional da carreira Profissional da Educação Básica, e dos cargos de Especialista de Educação, Professor Leigo e de Professor do Quadro Suplementar (QSL). “Essa é uma maneira de valorizar o professor, esse profissional que está na ponta atendem os nossos alunos e que merecem ter esse piso por 20 horas em Mato Grosso do Sul”, disse a secretária de Estado de Educação, Maria Amendola.

As negociações com a classe iniciaram em fevereiro, com representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), que solicitaram a realização de concurso público para professores, a publicação do resultado final do processo seletivo dos temporários e o início da negociação sobre o salário dos contratados, todas atendidas.

“A gente encerra o cumprimento do acordo assinado pelo governador Reinaldo Azambuja de aplicar na íntegra a Lei 277, que regulamenta o piso nacional de 20 horas em Mato Grosso do Sul. Nós concretizamos a negociação iniciada em fevereiro”, disse o presidente da Fetems sobre a Resolução publicada nesta quinta.

Para o secretário Eduardo Rocha, que conduziu as negociações desde o início, a medida reforça o compromisso do governo com a classe. “É o Governo do Estado investindo na educação. O melhor salário do Brasil está aqui no Mato Grosso do Sul”, concluiu.

As tabelas podem ser conferidas clicando neste link. A resolução entra em vigor nesta quinta, com efeitos financeiros a contar de 1° de outubro de 2022.

Compartilhe
Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Print
Email

Fonte:

Subsecretaria de Comunicação de MS

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

#Veja tambem