Naviraí/MS, segunda-feira 8 de agosto de 2022

Brasil x Chile: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem do jogo desta quinta

Tudo o que você precisa saber sobre a partida da seleção brasileira às 20h30, no Maracanã, pela 17ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Globo, SporTV e ge transmitem ao vivo

Da redação, em

Palco de momentos históricos da Seleção, o Maracanã volta a receber um jogo do Brasil na noite desta quinta-feira com promessa de casa cheia. Foram vendidos antecipadamente mais de 62 mil entradas para a partida contra o Chile, às 20h30 (de Brasília).

Será, muito provavelmente, o adeus da Seleção em solo nacional no ano da Copa do Mundo do Catar.

A partida é válida pela 17ª rodada das Eliminatórias e terá transmissão da Globo, do SporTV e do ge para todo o Brasil.

Classificada antecipadamente desde a 13ª rodada, a Seleção é líder isolada da competição com 39 pontos - quatro de distância da Argentina - e ainda está invicta após 15 partidas.

A equipe comandada por Tite tenta ampliar a maior série invicta nas Eliminatórias Sul-Americanas: são 32 jogos sem derrota.

Desde 1950, a seleção brasileira masculina fez 107 jogos no Maracanã (excluindo a final olímpica de 2016), com 76 vitórias, 23 empates e oito derrotas. Marcou 258 gols e sofreu 74. A última partida no Maracanã pelas Eliminatórias foi em outubro de 2008, empate por 0 a 0 com a Colômbia.

O Chile joga quase por um tudo ou nada no Maracanã, ainda com chance de ir ao Mundial, já que está em sexto lugar, a dois pontos do Peru. A quinta e última vaga dá direito à repescagem para a Copa do Mundo.

No primeiro turno, em setembro do ano passado, o Brasil venceu o duelo por 1 a 0, com gol de Everton Ribeiro, em Santiago. A Seleção nunca perdeu jogando em casa nas Eliminatórias - são 62 partidas, com 49 vitórias e 12 empates.

Na história, as seleções já se enfrentaram 74 vezes, com 52 vitórias brasileiras, 14 empates e 8 triunfos paraguaios. Em Eliminatórias, são 13 jogos, com 9 vitórias do Brasil, 2 empates e 2 vitórias dos chilenos

 

Trasmissão: o jogo terá transmissão da TV Globo, com narração de Galvão Bueno e comentários de Júnior, Roger Flores e Paulo César de Oliveira. O SporTV também exibe a partida, com narração de Luiz Carlos Júnior e comentários de Lédio Carmona, Pedrinho, Ricardinho e Sandro Meira Ricci.

Tempo real e transmissão: o ge faz cobertura especial, com live antes da partida com todo o clima nos arredores do estádio e também transmite a partida em tempo real, com vídeos exclusivos – clique aqui para conferir.

Escalações prováveis — Foto: Arte/ge

Escalações prováveis — Foto: Arte/ge

Brasil - Técnico: Tite

A Seleção irá a campo com trio de ataque forte e driblador, com Neymar centralizado, na função de falso 9. Junto ao craque do PSG, jogam Vini Jr, do Real Madrid, e Antony, do Ajax. O jogador revelado pelo São Paulo vai fazer o primeiro jogo dele como titular com a camisa da seleção brasileira - tem sete partidas disputadas e dois gols marcados com a amarelinha.

Outra novidade é na lateral esquerda, com Guilherme Arana recebendo nova chance com Tite. O lateral do Atlético-MG, campeão do Brasileiro e da Copa do Brasil em 2021, está na briga por vaga para a Copa do Mundo.

O restante da equipe já é a espinha dorsal formada pelo treinador nas Eliminatórias.

Desfalques: atacante Raphinha (com Covid-19), goleiro Ederson, cortado com gastroenterite, e Gabriel Magalhães, que pediu dispensa para acompanhar o nascimento da filha.

Pendurados: entre os convocados, Alisson, Thiago Silva, Marquinhos, Fred, Bruno Guimarães, Vini Junior, Antony, Neymar e Richarlison.

Provável escalação da seleção brasileira para enfrentar o Chile — Foto: ge

Provável escalação da seleção brasileira para enfrentar o Chile — Foto: ge

Chile - Técnico: Martín Lasarte

O técnico uruguaio do Chile tem a base experiente - bicampeã da Copa América, 2015 e 2016 - do Chile, com Bravo, Isla, Medel, Vidal, Vargas e Sánchez, mas também alguns problemas na escalação. O principal desfalque é Ben Brereton Díaz, atacante de origem inglesa, destaque recente do Chile. Houve também cortes por Covid-19.

Lasarte já disse que não pode ir ao Maracanã e se dar ao luxo de apenas defender, pois precisa pelo menos de um ponto para seguir na briga do Mundial.

– Dentro do que podemos, temos que fazer partida de igual para igual. Mas entre essa condição e o "suicídio" há uma linha muito fina – comentou na coletiva de imprensa.

Em bom português, não vai se jogar para cima do Brasil.

Desfalques: Eugenio Mena, Tomás Alarcón e Francisco Sierralta e Luis Jiménez e Brereton por lesão. Erick Pulga por Covid-19. Brayan Cortés suspensos.

Pendurados: Alexis Sánchez, Mauricio Isla, Charles Aránguiz, Paulo Díaz, Claudio Baeza, Iván Morales, Jean Meneses y Joaquín Montecinos.

Provável escalação do Chile para enfrentar o Brasil — Foto: ge

Provável escalação do Chile para enfrentar o Brasil — Foto: ge

Apresentação arbitragem — Foto: Infografia

Apresentação arbitragem —  Foto: Arte/ge

  • Árbitro: Dario Herrera, da Argentina
  • Auxiliares: Gabriel Chade e Facundo Rodriguez, ambos da Argentina
  • Quarto árbitro: Nicolas Lamolina, da Argentina
  • VAR: Mauro Vigliano, da Argentina
  • AVAR: Jose Cuevas, do Paraguai

Compartilhe
Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Print
Email

Fonte:

Globo Esporte

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

#Veja tambem